08/05/2015
[DICAS] Os marketplaces estão na moda, mas qual a melhor estratégia?

Os Marketplaces estão ganhando cada vez mais fama e aderência no mercado brasileiro. Gigantes como Submarino, Extra, Walmart e MercadoLivre saíram na frente e estão com os mais altos níveis de audiência e suas operações mais definidas em prática há mais tempo.
Porém essa tendência levou grandes players do mercado a estudar essa nova forma de monetização e adaptar o formato no seu plano de negócio. Leia abaixo mais sobre esse modelo de negócio que pode alavancar as suas vendas e impactar o crescimento da sua loja virtual.

MODELO DE NEGÓCIO:
Cada Marketplace adota um modelo de negócio e cobra uma comissão sobre o faturamento das suas vendas. Esta comissão varia, mas a grande questão é: vale a pena vender nos Marketplaces?
A principal proposta de valor dos Marketplaces é o alto nível de audiência. Esses canais recebem milhares de visitantes diariamente e isso, querendo ou não, é o que vai fazer as vendas aumentarem. Se sua loja recebe mil visitas POR MÊS, um Marketplace recebe milhares de visitas POR DIA. Além disso, o Marketplace se encarrega de outras “encrencas”, como garantir fraudes, cobrir as taxas de operadoras de cartão, manter a autoridade de SEO e preparar a “vitrine” da sua loja.

ESTUDO DE RENTABILIDADE:
Com base no artigo Como aumentar a rentabilidade da loja virtual, do portal E-commerce Brasil, vamos colocar todos os custos no “papel” para ver se vender nos Marketplaces é um bom investimento.
Temos duas empresas de pequeno porte, faturando até 100 mil reais, a Loja A que vende apenas pela sua loja online, e outra, Loja B, que vende apenas através de Marketplace. Na tabela abaixo vemos que a Loja A, tem custos com marketing, adquirente (bandeira de cartão de crédito) e gateway, anti-fraude e fraude apurada que contabilizam aproximadamente 17,5% dos custos efetivos, enquanto que esses custos para a Loja B são de responsabilidade do Marketplace.

Como o Marketplace é mantido por grandes empresas que investem em tecnologia, os custos para atrair clientes e realizar a operação com marketing, adquirente, gateway e anti-fraude é diluído. Portanto, acaba se tornando menor. Por exemplo, o custo do adquirente para a empresa de pequeno porte pode chegar a 5% enquanto para a de grande chega a 2%. Seguindo a lógica, o Marketplace irá pagar 8,5% por esse serviço, enquanto a Loja A irá pagar 17,5%. Dentro dessa faixa de comissionamento do Marketplace (8,5% a 17,5%), qualquer valor acordado será lucro para a Loja B.

Como exemplo, usamos uma taxa de 15% por esses serviços “prestados” pelo Marketplace. Com isso, observamos um aumento de 2,5% de margem de contribuição final da Loja B se comparada à Loja A.

Como vimos, é necessário fazer uma análise aprofundada antes de sair vendendo nos Marketplaces. Além dos custos é necessário fazer outras análises, como o posicionamento de cada Marketplace, qual o público alvo e quais os produtos com mais ênfase. Desta forma, o seu investimento nestes canais será muito mais rentável. Mas uma coisa é certa, neste modelo de negócio, o lojista ganha, o consumidor ganha e o Marketplace ganha, isso é uma parceira de sucesso!

VANTAGENS:

1) Visibilidade
Expor os produtos em sites com um nome forte no mercado de e-commerce, visitados por milhares de consumidores todos os dias. Os produtos estarão nas “vitrines” dos maiores shopping centers virtuais.

2) Baixo investimento
Basta negociar a comissão com o Marketplace e sair vendendo. Ele fornece a “vitrine” pronta para o lojista expor seus produtos e ainda ganha tráfego, visitação, expertise e ferramental de marketing e mídia.

3) Aumento das vendas
Com um número maior de visitantes, consequentemente as vendas irão aumentar, juntamente com o faturamento.

4) Relevância SEO
A loja e os produtos ganharão mais visibilidade e serão mais procurados. Isso ajudará a aumentar o rank e a relevância da loja e dos produtos nas buscas, sendo facilmente encontrados pelos consumidores.

5) Diversificação de públicos e portfólio
Novos consumidores irão aparecer. Além disso, novas demandas surgirão, fazendo com que o lojista amplie seu leque de produtos e aposte em novos nichos.

Gostou do assunto e está pensando em conectar sua loja através de Marketplaces, veja qual o próximo passo abaixo?

> Sou lojista Xtech Commerce e já tenho contrato com marketplace, quero integrar minha loja. CLIQUE AQUI.

> Quero saber mais informações antes de conectar minha loja. Cadastre-se e baixe agora mesmo GRÁTIS nosso EBOOK com Passo a Passo para começar a vender através de marketplaces. CLIQUE AQUI

>> Dica do nosso GURU <<<

Olá lojista,
nós sabemos que está na moda vender através dos marketplaces e que você deve estar ansioso para ver seus produtos e sua marca na vitrine dessas grandes lojas. Mas calma pois se trata de uma negociação, e toda negociação que você entra ansioso ou sem planejamento, você pode não sair ganhando. Vou listar abaixo 05 pontos para levar em consideração antes de começar a vender em um marketplace:
1. Excesso de Burocracia. Quase todos marketplaces são grande empresas e tem suas regras e grande valor de marca agregado, então seus contratos são muito bem detalhados e eles solicitam diversos documentos. Não tenha preguiça e fique ciente de todos direitos e deveres de cada parte.
2. Comissões Extravagantes.Alguns marketplaces chegam a cobrar taxas de até 30% de comissão por venda, isso faz muitos lojistas tomarem a decisão errada e perder dinheiro com o acordo.
3. O cliente não é seu, é deles. A maioria dos marketplaces não passam os dados de contato do cliente como e-mail e telefone para ações direta, o que acaba muitas vezes te gerando uma expectativa de pegar o cliente e depois vender direto e isso não acontece.
4. Qualidade do conteúdo.As exigência para expor seu produto é alta, isso exige bons texto de descrição e ficha técnica, fotos variadas e com qualidades.
5. Preço e Frete
Você vai estar em uma grande vitrine, porém cercado de grandes ofertas. Para todo esse trabalho valer apena e conquistar bons números, é preciso ter um preço altamente competitivo. Cuidado na regra de frete e promoções com frete. Veja isso muito bem em cada contrato.

Bom acho que ficam algumas dicas para começar seu planejamento e estudos para não só começar a vender em marketplaces mas construir sua história de sucesso na internet.

Boa sorte e boas vendas!!!
Guru Xtech Commerce ;)


< Voltar

Pronto para decolar?

Rocket

Crie sua loja virtual linda, completa e inteligente. Experimente 15 dias.

Serviços

Parceiros

Institucional